Com Prestação de Contas aprovadas, SINDSEFRAN define com seus filiados os rumos da luta sindical para 2022.

Nessa quarta-feira (26 de janeiro de 2022), o SINDSEFRAN realizou ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA para Prestação de Contas do ano de 2021, Previsão Orçamentaria para o Exercício de 2022, Relatório da Gestão de 2021 e Jornada de Lutas.

Esse momento foi acompanhado por aproximadamente 150 servidores municipais, de forma remota devido à limitação de espaço físico e ao agravamento da pandemia (COVID-19 e variantes gripais). Além dos filiados, estiveram presentes a diretoria, a assessoria jurídica e a assessoria contábil.

A diretora financeira (Deise Vieira) apresentou as contas do Sindicato, constando as receitas, as despesas e o saldo final de 2021, sendo apresentado na sequência pelo Conselheiro Fiscal (Esiel Pereira) o parecer com a recomendação favorável para aprovação das contas do exercício financeiro e contábil de 2021. Assim, após submissão aos filiados, a Prestação de contas foi APROVADA, o que reafirma nossa posição de transparência e credibilidade entre diretoria e sua base sindical.

Também foi apresentada a Proposta Orçamentária para o ano de 2022, contendo a previsão do término da obra da sede do Sindicato, bem como, previsão de recursos para as ações estratégicas, a exemplo do fundo de mobilizações, também foi aprovada por unanimidade.

Como terceiro ponto de discussão, a diretora Shayana Busson trouxe um resgate de todas as ações realizadas pelo SINDSEFRAN durante o ano de 2021 e a diretora Raquel trouxe a atualização dos processos jurídicos.

Por último, na pauta referente as mobilizações, a diretora Claudilene Gonzaga pontuou que a entidade está em ano eleitoral e a importância fundamental da unidade dos servidores frente aos retrocessos impostos pela administração pública, e elencou as ações previstas para o Plano de Lutas de 2022, destacando dentre as ações: aCampanha Salarial (Reajuste – data base); Instalação da Negociação Trabalhista (revisão do plano de carreira); Pagamento das Progressões (vertical e horizontal/quinquênio); Primeira Paralisação Presencial de 2022 (após definição do ano letivo); Ato Político na Procuradoria do Município; Participação nas Sessões da Câmara de Vereadores; Jornal impresso e audiovisual; Cartilha do Servidor; Complementação do Plano de Saúde; Campanha de Valorização da qualidade do Serviço Público Municipal (Outdoor; painel; faixa); Reposição das perdas de categorias abaixo do piso; Aprovação de Plano de Cargos e Salários do Legislativo; Estatuto da guarda; Efetivação dos Agentes de Trânsito (estágio probatório); Enquadramentos dos Agentes de Apoio da Educação Infantil.

O advogado, Dr. Diego Ribeiro explanou sobre o direito de greve dos servidores públicos, atentando para os requisitos que precisam ser observados para a legitimidade da luta. Também os filiados destacaram a importância de ações que sensibilizem e garantam o apoio da comunidade local visando a melhoria da qualidade dos serviços públicos no município.

Por fim, a direção do SINDSEFRAN reafirmou o compromisso de que o foco tem sido transparência, responsabilidade e ação, e o Presidente, Roque Manoel de Oliveira agradeceu a todos os servidores e filiados que estiverem presentes, e inclusive da Assessoria Contábil (Escritório Torres Contabilidade) e Jurídica (Diego Almeida).

O SINDSEFRAN continua contando com a participação de todos os filiados na edificação de nossa entidade! Para obter maiores informações sobre as pautas acima acesse os documentos na íntegra.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*