NOTA SINDSEFRAN – 25/08/2021

O SINDSEFRAN vem a público elucidar seu compromisso em defesa da saúde psicológica dos trabalhadores da educação frente aos relatos atuais sobre assédio em ambientes virtuais de aprendizagem, bem como, a defesa de melhores e adequadas condições de trabalho durante a pandemia.

Tendo tido ciência de casos de assédio atualmente, que culminaram em uma paralisação de trabalhadores no dia 23.08.21, o Sindicato oficiou a Secretaria de Educação (of. SINDSEFRAN n°85/2021) solicitando reunião e providências urgentes que protejam trabalhadores e alunos dos agressores📳

Não deixamos de ressaltar em ofício (11/2021) que desde fevereiro de 2021 temos ensejado à SEDUC quanto às necessidades de suportes técnicos adequados às aulas remotas, bem como necessidade de pôr em funcionamento as discussões do Comitê Gestor de Atividades Remotas, paralisado desde março 2021.

Cobramos também que a SEDUC provoque o Conselho Municipal de Educação a fim de que se torne um órgão definitivamente presente na vida escolar em São Francisco do Conde e possa também contribuir para a elaboração de perspectivas e soluções.

Professores têm relatado que invasores online tumultuam as turmas se dirigindo com palavras de ofensa, insulto e xingamentos.

Repudiamos todo tipo de desrespeito com professores e alunos, e cobramos do poder público medidas emergenciais de segurança nas redes, punição dos agressores e proteção de trabalhadores.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*